sexta-feira, fevereiro 26, 2010

Poderosos


Ontem, ao cruzar-me com um ex-colega de trabalho, troquei meia dúzia de dedos de conversa e de facto reafirmo, algo que sempre acreditei, acredito e acreditarei:

A nossa vida é aquilo que fazemos dela. Se nos sentamos calmamente aguardar que o bem estar, a felicidade, a paz de espírito, o sorriso, o olho brilhante…venham ter connosco…bem que podemos “esperar sentados” para não nos cansarmos muito. Se aguardarmos serenamente que o que está à nossa volta faça isso por nós, bem que nos podemos deitar e adormecer para não sentirmos os dias a passar.

Apesar da insignificância a que somos reduzidos perante um Universo tão grandioso e que nos transcende, não nos foi retirada a grandeza de traçarmos o nosso caminho. E não venham com a história de que “não é bem assim…” porque é “assim mesmo”!...