quarta-feira, abril 02, 2008

Solidão


Sinto uma solidão imensa
As emoções voam num ritmo acelerado
O vento leva, o vento traz, o vento apaga
E a sensação de um dilúvio que me afoga
Faz-me suster a respiração até à exaustão
Desejando nunca ter desejado o que desejo
Amando sem saber amar o que ainda amo
Morrendo sem ter morrido mas morta me sentindo

Tanta tristeza
Tanta desilusão

A esperança que depositamos na mudança
Nada mais é que viver momentaneamente
Com a intensidade que queriamos diariamente
Mas é impossível, a vida não se alcança

Vive-se
Simplesmente

O hoje já passou
O amanhã é passado certamente
E a morte é um futuro presente...

02/Jan/2004

Mudam-se os tempos...mudam-se as sensações...
mudam-se as emoções...acredita-se...
e alcança-se "simplesmente"... :)

2 Comments:

Blogger maresia_mar said...

Ola
lindo mas triste e hoje sinto-me como um arco-iris....

bjhs e bom fds

4/04/2008 3:30 da tarde  
Blogger Michele Barcena said...

Que texto fantástico.
Parabéns!!!
michele

4/10/2008 2:24 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home