terça-feira, outubro 09, 2007

Claridade


Adoro ver-te assim semi-nua
Encontrando em cada pedaço teu
Momentos que se dirigiram à Lua
Histórias cujos limites eram o Céu

Ainda há pouco estavas preenchida
Por corpos que em ti se espraiavam
Entregues à preguiça de não fazer nada
Mentes que em ti repousavam

Gosto mais da tua nudez
Sentindo em cada grão liberdade
Em que inicio o sonho: "Um dia talvez..."
Perco-me em ti Claridade...

3 Comments:

Anonymous Secreta said...

A nudez que mostra toda a essencia ...

10/09/2007 6:12 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Fico contente em saber que voltaste....bjs
Reviver

10/09/2007 11:34 da tarde  
Blogger Presença said...

A beleza de encantamento aqui...
bjo

10/15/2007 4:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home