quinta-feira, abril 26, 2007

"Outdoor"

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios.
Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente
antes que a cortina se feche
e a peça termine sem aplausos.
Charlie Chaplin

13 Comments:

Anonymous raízes said...

Sem intenção de pressionar.. venho todos os dias ao blog ver se há novidades, desde o último post..... e confesso que já tinha saudades!
Quanto ao Charlie Chaplin........ reconheço que sou uma fiel seguidora desta verdade, de que a vida é para viver intensamente! Mas é um luxo que, por vezes, também se paga caro. É como fazer a peça para uma casa cheia sem qualquer ensaio.. também não pode sair muito certo.. Sou apologista dos ensaios, mas que também esses sejam SEMPRE encenados com a mesma convicção de uma lotação esgotada, com a mesma adrenalina de uma plateia muito generosa.. e, por fim, toda a vida é igualmente intensa e um pouco mais bem sucedida que no improviso!

Abreijos e saudades

4/27/2007 10:16 da manhã  
Blogger mar_e_sol said...

raizes, que pena discordar de ti!

ensaio
do Lat. exagiu

s. m.,
meio utilizado para testar se algo convém ao fim a que se destina;
prova;
experiência;
tentativa;
exame;
tirocínio;
primeira aplicação feita em determinada arte ou ramo de actividade para verificar a habilidade e exercitar a destreza;
treino;
execução preparatória de uma peça musical, teatral ou outra.

Pessoalmente, já perdi muito tempo com ensaios... :)

Beijo grande e bom fim de semana

4/27/2007 11:58 da manhã  
Anonymous raízes said...

Então VAI, amiga!!!!
Afinal sempre contam os ensaios.. mesmo que seja para saber que já estamos fartinhos deles! ..prontos prá peça, cheinha de público, sobrados de ensaios!!!
VAI e brilha no palco, com toda a tua convicção! O peito aberto e orgulhoso!

Estarei na 1ª fila para te aplaudir!

4/27/2007 4:09 da tarde  
Blogger mar_e_sol said...

raizes, ok! Vou já reservar-te o bilhete, não vá a plateia encher!!! rsrsrsrs :))
Beijo grande

4/27/2007 4:32 da tarde  
Blogger Claudia said...

Eu bem tento, bem tento. Mas até eu, que pensava ser a pessoa mais optimista do mundo, percebo que a vida não são só risos e aplausos...

Beijo

P.S. Desculpa. Não tem sido nada fácil...

4/28/2007 11:02 da tarde  
Blogger mar_e_sol said...

claudia, é óbvio que não...tornar-se-ia monótona. O importante é a intensidade que faz o sangue correr nas veias.
Beijo a desejar que tudo corra bem.

5/02/2007 10:10 da manhã  
Blogger aNa said...

eh pá, a peça terminar sem aplausos é que não!!! o meu ego não aguentaria! ahahahah!
olha, isso que o Charlie disse, está mesmo à minha medida!
beijos.

5/02/2007 3:37 da tarde  
Blogger mar_e_sol said...

ana, saudades, MUITASSSSS...
beijossssssssssss

5/03/2007 12:27 da manhã  
Blogger maresia_mar said...

Olá

exactamente, que pensamento mais verdadeiro.

Um fds carregado de sorrisos. Bjhs

5/04/2007 5:00 da tarde  
Blogger Susana said...

Citação bastante verdadeira :)
Há que aproveitar o presente.
Vivê-lo intensamente :)
Parabéns pelo blog :)

5/05/2007 9:06 da manhã  
Blogger maresia_mar said...

Olá

hoje que estou completamente zoombie (é o que faz fingir-me de teenager ah ah e deitar-me de madrugada) passei para te deixar um beijo...

5/10/2007 3:54 da tarde  
Blogger brisa de palavras said...

Uma frase que já bastante conhecida, mas que faz sempre sentido...
Mas como se no teatro eles ensaiam tanto e mesmo assim se enagam como vamos nós acertar à primmeira...?

um abraço
brisa de palavras

5/29/2007 11:57 da manhã  
Blogger © Cláudia said...

Já conhecia e acho que devemos seguir o conselho. O ensaio pode levar-nos a errar no dia da estreia e, quando de teatro falamos, há sempre a probabilidade de errar a fala, ou a acção. Assumamos o erro e sigamos em frente...
Gostei do blog

6/11/2007 9:37 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home