sexta-feira, junho 02, 2006

Malmequer

Malmequer
Bem me quer
Muito
Pouco
Nada
Foram imensas as vezes que durante a minha infância e tenra adolescência, o momento de interacção entre mim e o malmequer, era vivido quase como a verdade absoluta. Retirar pétala a pétala, rezando para que a última fosse o que queria "ouvir".
Confesso que revivi esse momento há muito pouco tempo. Apanhei um malmequer e fui retirando pétala a pétala...regressei à minha meninice. Foi uma sensação estranha e ao mesmo tempo tão real. O coração batia com a mesma intensidade de há um bom par de anos atrás...senti-me a mesma criança, com o mesmo querer acreditar que o malmequer me ia ditar a minha sina!
Pena não ter apanhado o malmequer ao lado...por certo teria uma ou duas pétalas a mais ou a menos!...

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Your website has a useful information for beginners like me.
»

6/11/2006 5:20 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Your website has a useful information for beginners like me.
»

7/21/2006 11:27 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

I find some information here.

7/23/2006 8:01 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home