sexta-feira, junho 02, 2006

Adormecer...


A noite já entrou
e com ela a escuridão
tento encontrar a tua mão
em vão
Fecho os olhos
tentando queimar a saudade
recordo o teu olhar
que me percorre, me invade
Esta sede do teu corpo
a falta que tenho de ti
neste quarto vazio
sufoca, corrói, dói
Afundo o pensamento
quero lembrar-me de te esquecer
mas a minha pele, apela
o desejo de te ter
Ouço uma melodia
no siêncio da tua voz:
"Talvez um dia..."
E deixo-me adormecer...

8 Comments:

Blogger efvilha said...

Olá!
Lindo blog! Feito com sensibilidade na alma.
Palavras, folhas soltas.
Talvez. Talvez sejam sementes
disfarçadas em folhas, pois da linguagem se fez o homem. E é da linguagem feita por palavras, que tuas poesias semeiam vida; e da tua alma nasce o saber de que, do espelho de um lago, outra alma se eleva.
Felicidades!
Um cordial r virtual abraço, a ti, e aos teus amigos.
http://sonetosesonatas.blogspot.com
Evaristo

6/02/2006 12:25 da manhã  
Blogger Arion said...

Os quartos nunca deviam sentir outras mãos. Só assim não magoariam tanto quando fossem obrigados a voltar a conviver só com as nossas. Ou então que as outras mãos ficassem...

6/02/2006 1:32 da manhã  
Blogger mar_e_sol said...

efvilha, obrigada pelas palavras e pela visita. Um cordial abraço de volta.

arion, um beijo para ti!

6/02/2006 10:50 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Espero que tenhas tido bons sonhos...
Bom fim de semana
L.A.

6/02/2006 12:20 da tarde  
Blogger mar_e_sol said...

L.A., não me recordo.
Bom fds para ti tb.

6/03/2006 5:39 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»

6/11/2006 5:20 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Nice! Where you get this guestbook? I want the same script.. Awesome content. thankyou.
»

7/21/2006 11:27 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

I find some information here.

7/23/2006 8:01 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home