sexta-feira, maio 05, 2006

A todas as mães

M ulheres! Por tantos são ignoradas
U nicas possuidoras da verdadeira beleza
L eoas que por algo lutam assanhadas
H ienas que se riem quando elas são a “presa”
E las são fortes e frágeis
R epletas, completas, insaciáveis

P ela mão levam a sabedoria
E sperança de um Mundo melhor
D edicam a vida à vida de um dia
R enegando uma existência de dor
A braçadas pela única luz que alumia

P alhaços que riem, tristeza no rosto
R iqueza fingida, pobreza no rosto
E studantes que lutam à espera de nada
C obaias que somos de tudo e de nada
I maginem agora o que é ser mulher
O uvindo dentro de si o mar a correr
S entindo em si uma Vida a mexer
A garrando o Sol que acaba de nascer

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

A ti também..beijinhos..Léo

5/05/2006 5:10 da tarde  
Blogger mar_e_sol said...

Obrigada miúda!...Beijos

5/08/2006 9:19 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home