segunda-feira, março 06, 2006

Marés...


Sinto
Que a tempestade
Que assolou a minha vida
Custa a passar.
Sinto que o mar
De quando em vez
Tende a acalmar
Mas tem marés...
Ah! Tem marés
De vagas altas
Em que me sinto mergulhar.

Sonho com paz,
Maré vazia,
Tempo de calma.
Tranquilidade,
Doce embalar,
Sossego de alma.
Ondas quebradas
Doce espraiar.

Sei que consigo
Levar o barco
A porto seguro
Com tempestade
Ou tempo calmo.
Mas é tão duro...

Sonho contigo
Para partilhar.
Quem quer que sejas,
Meu confidente,
Amante ou amigo.
Tu hás-de ser
Âncora firme
Porto de abrigo.

1 Comments:

Blogger Arion said...

Aqui estou! "Count me in"! Beijos, mil!

3/05/2006 2:56 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home