sexta-feira, fevereiro 24, 2006

O tempo não pára...


"Volta-se o rico para os prazeres da carne e a maior parte do mundo faz o mesmo. E não sem acerto, porque todas as coisas agradáveis devem ser tidas como inocentes, e até que se provem culpadas todas as presunções pendem a seu favor. A vida já é bastante penosa para que ainda a agravemos com proibições e obstáculos aos seus deleites; tão arisca se mostra a felicidade que todas as portas por onde ela queira entrar devem permanecer escancaradas.
A carne enfraquece muito precocemente - e os olhos olham com melancolia para os prazeres de outrora. Muito rápidamente todas as alegrias perdem a vivacidade - e admiramo-nos de como pudessem ter-nos interessado tanto. O próprio amor torna-se grotesco logo que atinge os seus fins. Guardemos o ascetismo para a estação própria - a velhice.
É este o grande drama do prazer; todas as coisas agradáveis acabam por amargar; todas as flores murcham quando as colhemos, e o amor morre tanto mais depressa quanto é mais retribuído.
Por isso o passado parece-nos sempre melhor que o presente; esquecemos os espinhos das rosas colhidas; saltamos por cima dos insultos e injúrias e demoramo-nos sobre as vitórias. O presente parece muito mesquinho diante de um passado do qual só retemos na memória o bom, e diante de um futuro que ainda é sonho.
O que alcançamos nunca nos contenta; «olhamos para diante e para trás em procura do que não está ali»; não somos bastante sábios para amar o presente do mesmo modo que o amaremos quando se tornar passado. Quando mergulhamos num prazer, o nosso olhar vai para longe - a felicidade ainda não está alcançada apesar de termos o deleite nos nossos braços.
Que mau demónio nos afeiçoou assim?"

Will Durant, in 'Filosofia da Vida'

4 Comments:

Blogger Nekynho said...

O tempo não pára... mas nós sim :o)

2/24/2006 5:54 da tarde  
Blogger Arion said...

Por essas e por outras é que quando me dão as saudades do que foi bom, me obrigo logo a lembrar do que foi mau. Habitualmente, passa-me! Mas nem sempre...

2/25/2006 10:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

LEDs, first developed in the early 1960s, produce light by moving
electrons through a semiconductor. Consumers "going green" have already begun switching
out their incandescent bulbs for compact fluorescents, which are miniature full-sized fluorescents.
Hopefully, with this guide and examples on how to power 12 volt lights with solar panels at your home, you will be well on your
way to having great lighting while saving energy in a cost-efficient manner.



Feel free to visit my page :: LED Wandleuchten

4/10/2013 6:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

wonderful points altogether, you simply received a bгand new rеader.
What may you suggest аbout your publish that you juѕt madе a few ԁays аgo?
Any suгe?

Also visіt my ωeb pаge: Same Day Payday Loans

5/15/2013 5:35 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home